COMUNICADOS DE IMPRENSA

69% das pacientes recuperam o seu peso depois de fazer uma dieta milagrosa

    - 7 em cada 10 abandonam as dietas milagrosas devido aos efeitos secundários
    - O ferro, a vitamina D o ácido fólico, fundamentais na mulher do século XXI
    - Depois de 50 anos, Special K ® muda a sua fórmula sabendo as actuais necessidades nutricionais da mulher

Hoje, quarta-feira 30 de Maio em Madrid, a Special K apresenta o estudo “hábitos dietéticos da mulher actual” e comunica que reformula o seu floco pela primeira vez, depois de criar a marca em 1956. Esta mudança coincide com um estudo realizado entre profissionais aos quais a quem perguntaram sobre os cuidados na alimentação e as chamadas dietas milagrosas*. O referido estudo, realizado com a colaboração da Associação Espanhola de Dietistas e Nutricionistas (AEDN), manifesta a preocupação destes profissionais sobre os efeitos secundários deste tipo de dietas que estão na moda nos últimos anos.

Actualmente 7 em cada 10 pessoas que visitam o dietista-nutricionista são mulheres e perder peso é o motivo fundamental da consulta. A média de idade das pacientes é 34 anos e costumam fazer dietas com uma duração de 4 meses.

AS DIETAS MILAGROSAS, RESULTADOS E EFEITOS NADA MILAGROSOS:

Os peritos consideram que as dietas milagrosas têm efeitos secundários, tais como diminiuição do rendimento físico e/ou intelectual; (falta de concentração, cansaço, menos energia…) alterações emocionais como ansiedade, irritabilidade ou depressão; transtornos gastro-intestinais e outros efeitos como perda de cabelo, unhas frágeis ou pele seca, entre outros. Assim, as dietas baseadas num único alimento são as que mais enfatizam esses efeitos secundários.

Os dietistas-nutricionistas atribuem-nos, principalmente, ao déficite de vitaminas (51,1%), hidratos de carbono(48%) e fibra (41%).

De acordo com os inquiridos, os efeitos secundários são também uma causa muito importante de abandono destas dietas, de facto 7 em cada 10 mulheres dizem deixar de fazê-las por este motivo. Sem dúvida, o tédio e a ingestão excessiva de gorduras e proteínas constitui 90% da causa fundamental de abandono. Outros motivos de abandono são a falta de perseverança, a fome ou a falta de eficácia dos resultados.

Por isso, 6 em cada 10 mulheres abandonam as dietas milagrosas antes de as terminar e 70% daquelas que as terminam recuperam o seu peso em menos de 3 meses.

* Os dietistas-nutricionistas consideram dietas milagrosas aquelas que prometem uma perda de peso rápida, sem esforço e que se anunciam completamente seguras e sem risco para a saúde, entre elas as dietas baseadas num único alimento, em proteínas e as dietas dissociadas são as mais populares.

O estudo conclui com a importância de uma dieta equilibradada e com a qual, segundo os peritos, é o perfil calórico ideal para perder peso de maneira saudável:

Hidratos de Carbono (50-60%) Gorduras (30-35%) Proteínas (10-15%)

Um 72% dos profissionais acreditam que esta é a melhor combinação face a outras dietas com mais proteínas e gorduras.

A Associação Espanhola de Dietistas-Nutricionistas (AEDN) preocupa-se que 40% das mulheres que vão às consultas dos dietistas-nutricionistas, tenham seguido uma dieta milagrosa.


FERRO, VITAMINA D E ÁCIDO FÓLIDO, É O TRINÓMIO DA MULHER:

A voz de Cristina Martínez Roldán, Professora de Nutrição e Bromatologia da Universidade Alfonso X O Sábio.

Actualmente a mulher está sujeita a muitas mudanças: o trabalho, a família…o que faz com que tenha um ritmo de vida acelerado.

De facto, o ferro é a carência do mundo mais comum nas mulheres. Segundo dados internacionais, aproximadamente 1.000 milhões de pessoas no mundo sofrem anemia ferropénica, sendo mais comum nas mulheres em idade fértil, crianças e grávidas.

A deficiência de ácido fólico também dá lugar a anemia, sendo as mulheres em idade fértil e as grávidas os principais grupos de risco, já que os requesitos nestas etapas da vida são maiores. O ácido fólico está principalmente presente nos alimentos de origem vegetal, como as leguminosas, verduras de folha verde e algumas frutas. No entanto, a maior parte deste nutriente perde-se quando os alimentos se cozinham, o que faz com que para chegar à Ingestão Recomendada desta vitamina recomenda-se o consumo de alimentos enriquecidos e de suplementos.

Outro dos problemas destacados da mulher actual e espanhola, é a falta de vitamina D, que é obtida principalmente através do sol. Antigamente a mulher passava grande parte do tempo ao ar livre. As últimas recomendações sobre a prevenção de doenças da pele fizeram com que diminua a exposição ao sol e que se aconselhe a protecção solar, o que influencia directamente o facto de os níveis de vitamina D serem deficientes. São poucos os alimentos que a contêm, sobretudo os peixes gordos, razão pela qual se deve complementar a dieta com alimentos enriquecidos. Esta vitamina é fundamental para assegurar mobilidade e o depósito de cálcio nos ossos.


SPECIAL K REINVENTA-SE DEPOIS DE 50 ANOS:

Desde que se criou a marca em 1956, Special K sempre teve como objectivo ajudar milhões de mulheres a prestar atenção à sua alimentação de forma inteligente.

Em 1923 Mary I. Barber, perita da Universidade de Columbia (Nova York), publicou a primeira “pirâmide de alimentos” onde se classificam os diferentes grupos de alimentos e o seu papel na dieta, tornando-se uma referência mundial. Poucos anos depois assessorou a Kellogg™ para investigar uma fórmula de cereais de pequeno-almoço, especialmente desenvolvida para ajudar a mulher a tratar de si mesma. Assim nasceu Special K em 1956.

Desde essa data, desenvolveu-se constantemente para se adaptar às necessidades da mulher actual, com uma combinação exclusiva de nutrientes essenciais importantes no cuidado da alimentação da mulher. A marca foi oferecendo diferentes sabores e formatos e agora, passados 50 anos, estando consciente das necessidades da mulher actual e depois de ouvir a opinião dos peritos, muda o seu floco para se adaptar às necessidades da mulher actual.


Por isso, o novo Special K Classic:

    - Passa de 2 a 3 cereais, incorporando cevada na nova fórmula.
    - Aumenta a fibra em 80% mais do que antes.
    - Com cereais integrais
    - Incorpora 9 vitaminas e minerais
    - É o único cereal da linha com vitamina D*

E, para além disso, é aquele que tem mais ácido fólico e vitamina C **
*, ** Comprovado em Março de 2012 em relação aos conhecidos cereais de linha em flocos descritos como flocos torrados de arroz e trigo.

Para mais informação:
Moira Fernández: moira@pinupcomunicacion.es Pin Up de Comunicação e Moda.
Celia Serradilla: celia.serradilla@kellogg.com Responsável de Comunicação Kellogg

www.facebook.com/specialkES
www.youtube.com/SpecialKEspana
www.twitter.com/SpecialK_ES

Contacta-nos

Se és da imprensa e queres entrar em contacto connosco, envia-nos um email para comunicacion.spain@kellogg.com


Nao és da Imprensa?

Por favor contacta o nosso Serviço de Apoio ao Consumidor (PT) 800 784 323. Horário de atendimento: dias úteis das 9:00 às 16:00.